E-familyblog
SEARCH THIS BLOG |  SEARCH ALL BLOGS |  DENOUNCE THIS BLOG |  NEXT BLOG    |  Create a Blog |  E-familyblog  

Adoção

by

Andrea Marcondes

Temas
Adoções
Cadastro Nacional de Adoção - CNA
Bebês abandonados
Crianças abrigadas
Perfil dos adotantes
Crianças dsponíveis para adoção
Adoção Internacional
Adoção Tardia
Adoção Consensual
Últimas notícias
Adoção Consensual é legal?
[20/05 3:26]

O que trava as adoções?
[20/05 2:24]

Por que decidimos adotar?
[13/05 3:47]

[20/05 3:26]
Adoção Consensual é legal?

Adoção Consensual, e quando os pais biológicos (geralmente a mãe) "escolhem" uma pessoa para doar o bebê ao invés de entregá-lo à Vara de Infância e da Juventude.

Muitos acreditam que ao decidir que não quer ficar com a criança, a mãe perde o direito de escolher a quem quer entregá-la. Alguns juízes entendem dessa forma ou simplesmente não aceitam por desconfiarem de "negociação" entre a mãe e os futuros adotantes.

Uns anos atrás ocorreram muitos casos de tráfico de bebês, em que as mães entregavam recém nascidos por micharia, ou tinham seus filhos raptados e enviados para fora da Cidade ou até mesmo para o Exterior. Por conta disso, há muita reserva por parte da Equipe Técnica e principalmente dos Juízes, no trato de adoções desse tipo.

É um direito da mãe escolher? É, mas sabemos que muitas se quer conhecem a pessoa a quem estão entregando a criança, ela pode acreditar que são pessoas boas que cuidarão do bebê e o amarão, e com certeza você que está lendo tem esses sentimentos também, mas há quem não sinta desta forma, e principalmente nao agem com amor.

Podem vender, podem se arrepender de ter adotado, podem "criá-lo" para a exploração de trabalho,  e a lista e infindável.

Porém, é uma adoção legal. Não é a famosa "à brasileira", que você pega a criança e registra diretamente em seu nome. Não! Isso é crime!

A consensual, significa que a mãe concorda que você fique com o bebê. Ela registrará a criança no nome dela e assinará o Termo de Anuência, em que declarará que entregou o Bebê por livre e espontânea vontade, evitando assim, que você possa ser acusado de Tráfico de crianças ou rapto, não servem como documento de Guarda e não tem valor legal no processo de adoção. Juntando aos documentos pessoais da mãe bio (CPF, RG, Comprovante de Residência) e auxílio de um advogado, de preferência experiente em adoções, você dará entrada na Ação de Guarda e Responsabilidade na Comarca onde estiver a criança, ou seja, na sua cidade ou onde estiver a mãe biológica.

Não É Fácil encarar a Adoção Consensual.

Pelo Contrário! Há muitos riscos que devem ser levaodos em conta, tais Como:

  • A possibilidade da mãe desistir, mesmo depois de um período em que você já estiver com o bebê;
  • Até que saia a sentença de adoção, ela pode desistir.
  • Sem a Guarda Provisória, ela pode bater  na porta da sua casa a qualquer momento e pedir a criança de volta;
  • Com a Guarda Provisória, ela precisará da autorização do Juiz  para ir na sua casa;
  • Ao ser proferida a Sentença de Destituição, ela pode recorrer no prazo de 15 dias;
  • o Juiz da sua Comarca pode não aceitar e mandar o olhar quem é o próximo da "fila";
  • Alguém da "fila" Descobrir e alegar que você tentou "burlar" o Sistema e solicitar e seja verificado no Cadastro de Habilitados quem é o próximo a ser chamado;
  • Os pais biológicos não deixarem de bater na porta da sua casa;
  • chantagens da Família biológica;
  • Algum familiar biologico descobrir e requerer a Guarda;
  • e por ai vai ...

Para você entrar nessa, deve estar preparado para todas as possibilidades e estar com os dois pés firmes no chão, sabendo que corre o risco de ficar sem a criança.

Também deve estar habilitado para adoção, isso é bastante relevante para o Juiz na hora de decidir, pois é uma forma dele comprovar que você tem realmente condições de ficar com a criança. Sem a Habilitação o processo demorará ao tempo de serem feitas todas as avaliações necessárias para a mesma. Assim, é melhor estar habilitado antes de procurar uma criança para adotar.

Nao deve dar nada em troca da doação. Por Pior que seja a situação da família biológica, não  é correto ajudar, pois seria uma forma de "troca de favores", de negociação em torno da entrega da criança, e se o juiz vier a saber, poderá interpretar como Tráfico de Crianças.

Deve estar amparado por um advogado, de preferência especialista em adoções.

Não crie muitas expectativas ao se preparar para receber o bebê, mas pense nas possíbilidades dele não chegar. Mantenha os pés no chão e não se precipite em atitudes desesperadoras.

Jamais caia na tentação de registrá-lo em seu nome, é um ato criminoso. A Certidão de Nascimento original será cancelada quando sair a sentença de Destituição dos pais biológicos, e uma nova será expedida em seu nome. Esse procedimento impedirá que seu filho tenha acesso às suas origens, o que lhe é garantido na Lei de Adoção. É muito comum que filhos adotivos tenham curiosidade sobre sua origem, não quer dizer que querem buscar ou voltar para a família biológica, mas querem saber e é direito garantido. Amar um filho é respeitar seus direitos. E se fizer a adoção legalmente, seu filho poderá ter acesso as informações referentes aos seus primeiros dias de vida, quando ele completar 18 anos..

Seu Filho chegará somente na hora certa, por isso, não vale a pena cometer erros que aparentemente são pequenos, mas que futuramente trarão grandes transtornos.

******

Entendo a angústia de ambos os lados: das mães que desejam doar seus bebês e dos que sonham em formar uma família baseado no amor incondicional e desprendido da forma como a criança virá para sua casa. Mas, não posso compactuar que sejam feitas ofertas como as que estavam aqui nos comentários,onde deveriam ser sobre o texto que publiquei, e jamais negociações entre quem quer filho e quem quer doar.

Para adotar ou entregar uma criança, é necessário ir à Vara de Infância de sua cidade!!!

Pessoas preparadas para adotar sabem que o correto é encaminhar mães que desejam doar seus filhos para a Vara de Infância de sua Cidade.

* Adoção Consensual é somente para casos em que a mãe biológica tenha convivência com pretensos pais adotivos. São de sua inteira confiança. E ainda assim, uma grande maioria dos juízes não aceitam esse tipo de adoção .*

Ofertas na Internet demonstram o despreparo dessas mães e a falta de informações que lhes assegurem e o Direito de doar o bebê, cabe  a nós, habilitados e preparados para a adoção,  encaminhá-las e orientá-las para os meios legais de se garantir esse Direito.

Afirmo que não me responsabilizo pelos comentários que aqui estavam postados, e os que permanecem. Não concordo com negociações de adoções através da Internet ou de forma ilegal.

Lamento que a função do texto, que era pura e simplesmente de informar, alertar e orientar pessoas sobre o tema, tenha sido usada de maneira tão leviana. Que ao invés dos leitores se aterem ao texto e trocarem informações sobre esse tipo de adoção ou debaterem o assunto, o tenham  desviado para um balcão de classificados.

São atitudes como essas que burocratizam cada vez mais o Sistema de adoção no Brasil.

VALE LEMBRAR: O PRIMEIRO PASSO PARA ADOTAR UMA CRIANÇA, INDEPENDENTE DA FORMA QUE IRÁ FAZER ISSO, É ESTAR HABILITADO NA VARA DE INFÂNCIA.

A habilitação é um preparo. E é também a garantia que o juiz terá de que você realmente é uma pessoa capaz de assumir a responsabilidade de ter uma criança sob seus cuidados.

 

Ou o que vocês acham?

 

Pegar uma criança de uma mãe que mal conhecem,vão ao fórum e dizem ao Juiz:

Sou boa pessoa, tenho emprego e muita vontade de ser mãe/pai.

O que você faria se fosse Juiz?

 

1-      acreditaria prontamente na pessoa (simples assim);

2-      não duvidaria de sua palavra mas pediria provas do que está afirmando?

 

Queridos, na adoção o interesse maior vem em benefício da criança. O juiz sempre vai levar em conta as suas atitudes para avaliar o quanto são realmente bons para ficar com ela. Se você já começa burlando  a habilitação, alegando burocracia e demora, já demonstra que ignora Leis, regras e o que é correto, como agiria com uma criança em suas mãos? (pense como se VOCÊ fosse o juiz.)

Estou surpresa com os comentários. Salvei todos para não ter complicações caso haja alguma investigação policial a respeito, como tem tido frequentemente, achei melhor me prevenir. Mas não poderia deixá-los expostos.

Busquem saber sobre a história da adoção no Brasil. Antigamente, as adoções à brasileira, ou ilegais, resultavam em maus tratos e explorações de toda ordem contra as crianças. Tem um comentário abaixo, não lembro de quem, que fala dessa época como não havendo criança abandonadas nas ruas...pode até ser, mas muitas estavam em situação talvez até pior, pois estavam abandonas dentro de uma casa.

Era o termo, “peguei para criar”, criar...ser criado...e antigamente o que significava ser criado? Alguém que trabalhava dentro de sua casa. Hoje, muitos defensores da causa, se irritam em ouvir que alguém pegou um bebê para criar. Primeiro você mão pega, você adota, busque a diferença desses termos no dicionário. Segundo, que você não cria, você ama,educa, prepara para a vida. E sim, eu também não gosto do termo: “pegar para criar”!

Várias adoções irregulares, como permanecer com a criança sem regularizar perante o Juiz resultaram em perdas de direitos para a mesma, há vários relatos de filhos naturais impedindo que filhos adotivos recebam sua parte na herança dos pais, e por quê? Porque o amor que move vocês, moveu esses mesmos pais a cometerem erros, permanecer com uma criança de forma irregular.

 Há vários casos de devolução de crianças, por motivos banais e me desculpem, mas até muito toscos, porque os pais adotivos não estavam preparados. Um exemplo? Uma criança foi devolvida ao fórum porque tirava meleca do nariz.

Muitas adoções consensuais acabam assim. Não estou afirmando que você que participou dos comentários apagados sejam como essa pessoa que devolveu, mas é por causa dessa criatura que o judiciário burocratiza cada vez mais o sistema de adoção, entende?

Num outro comentário perguntam: e se a mãe sumir? Deixou a criança comigo e nunca mais deu notícias.

Você vai até o juiz e fala isso para ele.

 

Você é o juiz agora...pense na situação:

 

1-      como você prova que isso é verdade?

2-      Você tem a declaração de anuência que serve para comprovar que a mãe entregou por livre e espontânea vontade, (mas que não tem valor legal para adoção, correto?) , a mãe não vai comparecer diante do juiz e afirmar que assinou sem ser pressionada a tal declaração. Como acreditar que você não raptou essa criança de dentro de algum hospital ou até mesmo na rua???

Se você não teve o cuidado de garantir que a mãe não sumiria para comprovar o que você diria diante do Juiz, o que você espera que ele pense?

Testemunhas? Quem seriam?

 

Devo lembrar que trata-se de vidas inocentes, incapazes de auto defesa. Devo lembrar da procuradora do RJ que maltratava a menina que adotou, e o pior, ela estava habilitada, ou da empresária de que acorrentava a menina e a punia com um alicate, mas essa apenas havia sido pega para ser “criada”.

 

Se alguém habilitado, consegue burlar as entrevistas e agir contrariamente aos princípios de um pai ou mãe de verdade, o que vocês esperam dos juízes atualmente? Por que se queixam que a coisa está cada vez pior? Está sim, mas é por conta de pessoas com má índole, que não querem filhos. Querem bibelôs, seres perfeitos que não choram, não fazem coco, não tiram meleca do nariz. Está cheio de casos assim espalhados pelo Brasil.

Basta que vocês sentem diante das Assistentes Sociais que farão sua entrevista para a habilitação e questionem por que tanta burocracia. Ouvirão muitas histórias inacreditáveis de adoções mal sucedidas.

Abram suas mentes, pesquisem sobre a Adoção, há livros excelentes sobre o tema, há comunidades no Orkut que orientam e auxiliam os futuros e ansiosos pais.

Se preparem. A habilitação não é um bicho de sete cabeças. É até útil para que você faça uma auto avaliação sobre o que está querendo fazer.

Ela é necessária.

E antes que alguém levante a bandeira das falhas da Equipe Técnica, dos Juízes e etc. já adianto que sei de muitos relatos também. Mas sou da seguinte opinião, se há um caminho correto a seguir, e se tratando de uma vida inocente, o melhor que se tem a fazer é buscar agir da melhor maneira possível.  Tem muitas pessoas dispostas a ajudar.

Não fiquem parados esperando. Demora a chamarem para a entrevista, liga todo dia no fórum pra ver se logo não irão chamar?

A Vara de Infância não trata somente de adoções. Há acolhimentos de crianças abusadas pelos pais, exploradas, abandonadas e vai uma lista de motivos e funções da VIJ.

 

Para quem estava habituado a visitar esse texto, buscando novidades nos comentários, sim, apaguei todas as ofertas e procuras por bebês.

Bloqueei os comentários,  e deixei apenas os que acredito merecerem ser expostos e que buscam esclarecimento apenas.

Conforme puder, vou respondendo aos mesmos.

 

Agradeço aos que entenderam a real função do texto e me desculpem o teor do segundo texto, mas é que fiquei bastante chateada com o rumo que o tema levou.

 Andrea

 

 

 

 


Trackbacks

TRACKBACK URL: http://www.e-familyblog.com/trackback/4054

Comentários
Quero adotar uma criança
ola,por favor gostaria de informaçoes ,sou casada a mais de 10 anos e por plobremas de fertilizacao nao temos filhos,gostariamos de adotar uma criança mas nao sei como devo fazer pois vivemos na italia.
Escrito por: Solange & J.Antonio | 09/10 17:34

quero adotar um bebe
sou casada a mais de 5 anos ,e nao consegui ter filhos po problemas de infertilizaçao sou brasileira mais moro na italia ,nos queremos muito ter um filho pra dar todo carinho amor ,e eduçao por favor me ajude
Escrito por: monaisa ghizzardi | 21/09 2:33

adoçao
minha irma esta gravida e ela quer entregar o bebe a adoçao, eu pretento ficar com o bb pois amo demais minha irma. Eu moro no exterior sou brasira sou casada e nao tenho filhos gostaria de saber o que tenho que fazer pra adotar a criança
Escrito por: Dany | 18/09 9:21

guarda da amanda
eueu gostaria de saber como procedere no meu casao a mae me entregou minha sobrinha de livre e espontanea vontade,e agora depois de quatro meses pediu para passear com a nenen e sumiu,estou desesperada porque ate agora nao tive nenhuma providencia por parte judiciaria, sendo que eu ja tinha dado entrada no processo de guarda isto ja tem um mes, ela nao levou nem a carteira de vacinaçao da criança, que tem uma vacina para tomar agora o que eu faço alguem pode me orientar,agradeço pois estou perdida,cada um fala uma coisa
Escrito por: sandra celina | 12/09 22:50


Oi Denise de Freitas Cardoso, comece dizendo que a pessoa que procura adotar um bebê,sofre muito, sofre a espera de encontrar uma criança, sofre pela demora da lei, mesmo sabendo que uma criança, pela nova lei, tem o prazo de estar em abrigo, de dois anos. Não é fácil, e que você se sente uma criminosa sendo avaliada e não como uma pessoa de bem querendo amar uma pessoa, respeitá-la e encaminhá-la para uma vida segura em família, estou em processo de adoção e cada dia que passa, pra mim parece uma eternidade, um momento sem fim que acaba parecendo um buraco negro no espaço das leis. Estou preparada em todos os sentidos para o meu filho. Desejei, sabendo a pessoa honesta que sou, fazer tudo com base na lei. Fiz meu cadastro, fiz tudo o que é possível para ter meu filho pela lei,tenho o quarto do meu filho montado, graças a Deus minha família é bem estruturada, mas minha criança não chega. É uma dor que não tem como dizer, só quem passa por isto pode confirmar, que não é fácil. Tenha sucesso na ajuda da monografia do seu amigo.
Escrito por: | 06/09 8:47

adoção
Algué sabe mais sobre a ADOÇÃO CONSENSUAL e que pode me dar informações sobre este tipo de adoção?
Escrito por: Maria | 06/09 8:20

ADOÇAO
estamos inscritos na comarca de nossa cidade,porem me informar am a tamanha demora .nao sei quanto tempo leva para entrevista ?mas ja estamos ha 6 meses e nada.
Escrito por: NADIA CESTARI | 31/07 21:59

Casal quer muito adotar um bebê
Ainda sobre o email abaixo, gostariamos tb de obtermos informacoes uteis qto a como proceder/regularizar a situacao caso encontramos 1 mae que queira doar seu bebe diretamente a nos. Levando a consideracao q expus abaixo de nao estar habilitado ainda por morarmos no exterior. Grato desde ja!
Escrito por: Odair | 27/07 20:16

Casal quer muito adotar um bebê
Somos casados ha + de 10 anos e infelizmente nao podemos ter filhos, temos 1 condicao financeira estavel e por isso queremos muito adotar 1 bebe, nao importa o sexo. O bebe sera muito bem vindo 1 vez q temos muito amor & carinho para da-lo. Nao estamos ainda no processo de habilitacao pq apesar d termos casa no Brasil, ha alguns anos vivemos no exterior, assim ficariamos tremendamente agradecidos se encontrassemos 1 mae que quisesse dar esse grande presente a nos. Como nesse caso nao sei como poderia funcionar peco a gentileza de nos passarem informacoes uteis de como proceder caso encontramos 1 mae que nos queira doar seu bebe.
Escrito por: Odair | 27/07 19:47

Adoção Consensual Fazer ou Não?
Olá! Há tempos fasso parte de comus sobre adoção, sempre vi a adoção como um gesto de amor. Após meu casamento eu e meu esposo perdemos 3 bebes. Hoje sei o que provocava os abortos, fiz tratamentos, em fim, poderei ser mãe. Mas com tudo que passamos, o desejo de adotar cresceu muito "quero dar amor, saindo do meu ventre ou não". Foi então que surgiu uma conhecida que engravidou de uma realção fora do casamento decidida a me dars eu filho pra adoção. Conversei com ela e seu esposo(que não é o pai da criança) e disse que estou aqui para ajuda-los, porém sempre oriento quanto a ficar com seu filho. Ela mostra-se irredutivel e diz que não vai ficar com a criança que nascerá em dezembro, se Deus quizer. Sei que é muito arriscado uma adoção consensual, porém fico imaginando que se realmente ela não "ficar" com a criança, que melhor que fique comigo, como ela memso diz. Estou pra ir a vara da infância dar entradac na habilitação, caso eu não adote este bebê, poderei adotar outro futuramente. Gostaria mjito de opiniôes. Há! o pai biológico sabe da criança.
Escrito por: Stella Vigna | 12/07 20:38

gostaria de saber...
oi!tenho 19 anos,sou casada a 2 eu e meu marido(21anos) sonhamos em adotar um bebe!temos casa propria,trabalhamos carteira assinada,não temos antecedentes criminais.Falaram pra gente que não conseguiriamos por que a maioridade so seria considerada apartir dos 21 anos,mas encontrei uma lei no eca que diz!Art. 42. Podem adotar os maiores de 18 (dezoito) anos, independentemente do estado civil. (Redação dada pela Lei nº 12.010, de 2009) Vigência.qual sera nossa maior dificuldade?agradeço desde ´já!
Escrito por: layana lopes | 29/06 14:16

Para Vanessa
Oi Vanessa, vc já tem cadastro na Vara da Infância? Com o CNA mudaram algumas coisas no que se refere a adoção consensual. Caso queira conversar sobre o assunto,me add no seu MSN ou me escreva. Felicidades. violletta7@hotmail.com
Escrito por: Nina | 21/06 20:37

Adoção Consensual
Olá Meu nome é vanessa, estou pretendendo fazer uma adoção consensual. Gostaria de opniões se alguem tentou, e se da certo fazer adoção dessa forma. Abraços. Vanessa meu e-mail é ofvanessa@hotmail.com
Escrito por: Vanessa | 20/06 22:26


eu adoraria adotar uma menina, não importa cor e não precisa ser bebê. ela poderia ter até 6 anos de idade. eu tenho 32 anos e já tenho dois filhos, posso ter filhos. sou adotiva e gostaria de dá uma oportunidade assim como eu tive. e hoje, eu adoro minha mãe. e meus filhos estão de acordo com a adoção. o que faço?
Escrito por: cristiana | 28/05 5:12

como legalizar meu filho?
olá, há 2 anos atrás, uma moça me entregou seu bb, alegando q não podia cria-lo...eu desde então ele é meu filho...na época não tinha a nova lei,sobre a adoção consensual, e eu não tinha noção do problema q iria gerar... não sou abilitada pelo forum, mas possuo condições de cria-lo e ama-lo, como já o faço... gostaria de orientação pois sei q é preciso ser abilitada... mas como faço isso já estando com o bb... nunca mais vi a bio... para pedir a adoção consensual...preciso de ajuda...se alguém puder me ajudar e indicar um bom advogado eu agradeço...estou anciosa por sua opinião... moro no Sul...meu email(adry.bart@hotmail.com)
Escrito por: adry | 21/05 21:25

QUERO ADOTAR UM BEBE
Estou em processo de habilitação para adoção de um bebê, mas me falaram q demora até 5 anos para adotar, alguma dica para agilizar.Estamos muito anciosos, estamos a 5 anos esperando,e não consigo engravidar pois tenho problemas, muito injusto, muitas mães colocam no lixo, e nós queremos tanto e não conseguimos!!
Escrito por: karina | 06/05 17:39

nao doe seu filho pra tudo tem soluçao!
eu acho que filho nao e cachorro pra sairem oferecendo quanta falta de amor! e quando uma mae nao quer dar seu filho mas e obrigada a doa-lo! pior ainda ! eu conheço alguem que ta dessesperada nao quer dar seu filho!mas tao obrigando ela dar em troca de um teto ! gente sem piedade sem compaixao!
Escrito por: patricia | 27/04 13:56

Adoção Filha do meu marido
Boa noite, Gostaria de saber como proceder para adotar a filha do meu marido. Ela veio pra minha casa com 3 dias de vida. Está registrada no nome da mãe biológica. Ela concorda com a adoção. Ouvi falar como adoção de filho de companheiro...como devo entrar com o pedido...com essa adação ou adoção consensual? Obrigada
Escrito por: Roberta | 21/04 1:08

Adoçao Consensual
Boa noite! Tenho 39anos sou professora e meu marido tem 36 anos é Analista de Sistemas Uma prima de 3º grau esta querendo me dar sua filha dois anos e 6 meses ou seja uma adoção consensual, eu não estou na fila de adoção.Fomos pegos de surpresa ,porém já estávamos nos organizando para nos habilitar para adoção no fórum de Santo Amaro- São Paulo - SP. Minha pergunta é, como devo proceder. Eu e meu marido queremos muita criança. Atenciosamente
Escrito por: Simone | 20/04 1:55

burocracia
BOM EU ACHO QUE NAO DEVERIA PROIBIR A ADOÇÃO CONSENSUAL...ACHO QUE A LEI DEVERIA OBRIGAR A FAMILIA ADOTANTE QUE PEGOU A CRIANÇA A MONTAR UM PROCESSO! PARA LEGALIZAR A SITUAÇÃO! VER SE REALMENTE AQUELA FAMILIA ESTÁ PREPARADA, FAZER TODO UM ESTUDO PSICOSOCIAL. SE CASO HOUVER DUVIDAS QUANTO A FAMILIA (ADOTANTES) AI DEVERIA SER RECOLHIDO PELO JUIZADO E LEVAR PARA UMA FAMILIA QUE REALMENTE ESTÁ PREPARADA! AGORA IMAIGINA QUANTAS CRIANÇAS VAI SER ABONDONADAS,OU ATÉ MESMO ABORTADAS COM ESSA PROIBIÇÃO? PORQUE NEM SEMPRE A FAMILIA DA (BIO) QUER!CONCORDO COM TODO CONTEXTO! DOS RISCOS TANTO PRA FAMILIA QTO PARA CRIANÇA! MAS NÃO APROIBIÇÃO.
Escrito por: MÃE 2010 | 04/04 20:28

monografia sobre adoção consensual
Oi gente, preciso de ajuda c URGENCIA!!!!!!!!!!!! Um amigo vai fazer a monografia sobre Adoção Consensual, conto com a ajuda de vocês. Quero muito ajudá-lo mas não sei por onde começar. É uma área que me interessa muito também, pois meu sonho é adotar uma criança. Tenho 29 anos e sou solteira, como faria para adotar um bebê? PS.: esse amigo é adotado ( junto com sua irmã ). Por isso se identifica com a área. Obrigada, aguardo respostas. Denise
Escrito por: Denise de Freitas Cardoso | 31/03 13:19

Adoção d um bb
Bom dia... ..Bom amigos meu caso é o seguinte, há um tempinho conheci uma mulher que estava á procura de um casal para doar seu bb(ainda grávida), fiqui sabendo e juntamente com meu esposo a procuramos e expomos nossa vontade de adotar o bb, acompanhei a gravidez e por fim o bb nasceu, e logo que teve alta do hospital o trouxe comigo, e estamos maravilhados e já o amamos muito...a mãe biológica do bb, diz está segura quanto a dar o bb em adoção pra nós, pois diz ela que não queria dar-lo sem saber quem o iria criar...bom o fato é que queremos muito adotar legalmente esta criança, hoje com 1 mes, já somos habilitados para adoção estando na fila há 1 ano..Amigos por favor me ajudem me infirmando qual procedimento devo seguir...seria melhor procurarmos um advodago? Aguardo ansiosamente resposta...fiquem com Deus!
Escrito por: Karyne | 30/03 15:22

Adoção Consensual
É verdade que pela nova lei a adoção consensual é mais fácil quando a criança tem mais de 3 anos e já tem laços afetivos com a familia adotante??Vou expor um caso e gostaria de obter opniões;Se uma amiga de muito tempo doa seu filho de 1 ano e sete meses por falta de condições e por não querer esta criança ,se acriança já tem mais de 3 anos a adoção consensual é muito complicada???corre o risco desta criança ir para um abrigo ou a familia adotante pode entrar com o pedido sem medo??? Agradeço muito se puderem me responder.
Escrito por: cristiane | 13/02 1:25

Adoçao Consensual
Uma mae esta querendo me dar sua filha de quatro anos, ou seja uma doaçao consensual, eu nao to na fila de adocao, minha pergunta é, Posso pegar a criança e criar ela na minha casa e quando tiver maioridade alterar o registro ou adota-la normalmente, ou podes me dizer como devo proceder, quero a criança.
Escrito por: Junior | 13/01 12:56

Estou vivenciando isso...
Estou vivenciando essa situação, e realmente não é nada fácil, o q mas me aflige é pensar q a mãe ou alguem da família, possa querer nos chantagear... aff
Escrito por: May | 12/11 17:13

adoção
Oi Andrea,agradeço por vc ter respondido.Esse tema é bastante discutido,e a lei não ajuda muito,alem de ser burocratica.As vzs a mãe até concorda em te dar a criança,mas não quer saber de ir até o forum e aí o q fazer?não pegar a criança?Tenho a impressão q antigamente não existia tanta burocracia e havia menos crianças abandonadas na rua.O q não era muito sadio,era o fato dos pais não contarem às crianças q eram adotadas,ou até nem tinham(pais)estrutura pra isso.bjos
Escrito por: Sueli | 03/07 18:50




112388 Visitas Contatar o autor
Álbum de Fotografias


Os meus amigos
Meus bons amigos:

Os meus Atalhos
Sites e Blogs Interessantes

Os meus Livros
O que estou lendo:

A minha Música
Barulhinho Bom:




Últimas Fotografias
A service of e-familyblog.com, powered by E-familynet Networks